PSG apresenta Neymar: 'Nunca fui movido por dinheiro' - Alagoinhas FM

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

PSG apresenta Neymar: 'Nunca fui movido por dinheiro'

Coletiva de imprensa Paris Saint-Germain: O mais novo integrante do Paris Saint-Germain, Neymar, durante coletiva de imprensa em Paris – 04/08/2017

Duzentos e vinte e dois milhões de euros depois, Neymar enfim vai começar a sua história no Paris Saint-Germain. Com a responsabilidade de ser – de longe – a contratação mais cara do futebol mundial, o atacante foi apresentado nesta sexta-feira no clube francês e recebeu a camisa 10. Com a chegada do brasileiro, o PSG espera subir de patamar no futebol europeu e rivalizar com os gigantes do continente, como Real Madrid, Barcelona e Bayern de Munique. Neymar, por sua vez, busca brilhar sem a sombra de Lionel Messi e se tornar o melhor do mundo.
Slide 1 de 13: Neymar posa para foto com a camisa 10, que vestirá pelo PSG

Relação com Messi

“Não mudou nada a minha relação com ele. Um dos motivos que me fizeram ir ao Barcelona foi o Messi, que é meu ídolo no futebol, o melhor do mundo na minha opinião. Não tive nenhuma pressão, só na primeira semana quando estava treinando com meus ídolos, mas eles me deixaram tranquilo. Agradeço muito ao Leo, que me acolheu muito”

Liga francesa

“Escutei muita gente falando mal da liga e estas pessoas estão errados. Conversei com muita gente que jogou aqui e assisti jogos e acho que não tem nada fácil. É um desafio muito grande para mim e para o clube, vencer a liga novamente e buscar outros títulos também.“

Paris e os brasileiros

“Estou ansioso, não só para conhecer meu novo clube, os companheiros, mas também para conhecer a cidade. Paris é Paris e não precisa de mim. Hoje é a minha casa e estou vivendo outro sonho, buscando novos desafios. O histórico brasileiro aqui é bom e me sinto feliz por ser parte disso. Espero poder fazer história aqui como todos fizeram.”

 Novos companheiros

“Sou muito fã do Verrati. E também queria agradecer ao Pastore por ter me cedido a camisa 10, era algo que eu não contava nem esperava, fiquei muito feliz, ele já tem todo o meu carinho e espero ajudá-lo muito em campo.”

Liga dos Campeões

Nasser Al-Khelaïfi: Nossa meta sempre foi a Liga dos Campeões e agora mais ainda. Queremos ganhar todos os títulos, mas não temos que colocar tanta pressão. os jogadores tem que desfrutar dos jogos, apesar de toda essa pressão.”
“Neymar foi um cavalheiro”
Nasser Al-Khelaïfi: “Neymar sempre tentou evitar essa situação, ele foi um cavalheiro em sua saída do Barcelona. Estávamos muito pressionados, e também colocando pressão nele. Acho muito injusto, não dá para comparar com outras negociações”

“Novo Figo, traidor, mercenário…”

“Não fiz nada de errado, não sei o que dizer. Fico triste de que a maioria, ou a minoria, não sei, pense dessa forma. Nunca faltei ao respeito com o clube ou com a torcida. Nós não somos obrigados a ficar em um clube. Acho que eu estou no meu direito, não faltei com respeito com ninguém. Sou muito grato a todos no Barcelona e fico triste que algumas pessoas pensem assim.”

Decisão

“Tomei a decisão faz pouco tempo, foi há dois dias. O primeiro a saber foi o treinador do Barcelona (Ernesto Valverde). Apesar de termos trabalhado pouco, tenho muito respeito por ele. Foi muito difícil, mas sei que Deus tem algo preparado para mim.”

“Se queda” de Piqué

“Foi um momento de descontração nosso, na folga, e ele acabou colocando a foto, numa brincadeira. Eu pedi para que ele não colocasse, porque não tinha nenhuma decisão tomada, minha cabeça estava um trevo. Mas foi a forma dele de brincar, e eu respeito. É um grande amigo que eu tenho no futebol e desejo a ele o melhor sempre”

Estreia

Neymar cogita estrear já neste sábado, diante do Amiens, no Parque dos Príncipes. Ainda precisam chegar documentos para o jogador ser regularizado. “Vinha treinando sim, agora dei uma parada de dois dias sem treinos por tudo que estava acontecendo. Passei pelo campo, deu vontade de colocar a camisa do PSG e jogar. Vamos conversar e ver certinho. É o que eu mais gosto de fazer e se puder jogar eu jogo (risos)”

Peso de ser o mais caro do mundo

 “Sigo com 69 quilos, continuo na mesma altura (risos).”

Fair Play Financeiro

Presidente do clube, Nasser Al-Khelaïfi : “Fomos muito transparentes desde o início. Estamos totalmente dentro das regras que a Uefa e a Fifa estabelecem. Se vocês estão preocupados com isso, podem ir tomar um café tranquilos, estamos dentro das regras”

Importância do dinheiro

“O que eu tenho para dizer é que essas pessoas que pensam que vim por dinheiro não sabem nada da minha vida. Nunca fui movido por dinheiro. A primeira coisa que penso é a felicidade da minha família. Se eu pensasse só em dinheiro estaria em outro lugar. Só tenho a lamentar que tenha gente que pense dessa forma”. Presidente do clube, Nasser Al-Khelaïfi complementa: “Posso garantir que não veio por dinheiro, poderia ganhar mais em outro lugar. Neymar veio para fazer história no PSG, fazer história conosco”

Mágoa dos torcedores do Barcelona

“A mensagem que eu deixo é de muito carinho e respeito ao Barcelona. Fui muito feliz nesse clube, fiz uma história no Barcelona, ganhei muitos títulos, fiz gols… Infelizmente não dá para deixar todo mundo feliz, os torcedores são passionais, mas eu só queria agradecer o carinho que eles tiveram por mim.”

Influência dos brasileiros na decisão

“Falei com os brasileiros daqui, estão empolgados e felizes. Não estou vindo por causa dos amigos, tem todos um contexto geral. Foi muito difícil, pensei em muitas coisas. Muita gente queria que eu me comunicasse, falasse algo, mas era difícil eu falar sem ter certeza do que eu queria. A partir do momento que eu decidi, eu falei. Foi muito difícil, mas estou muito feliz, foi o que meu coração pediu e a direção que Deus me deu.”

Despedida difícil

“Foi uma das decisões mais difíceis que tomei na vida, por estar feliz, ter muitos amigos, estar com jogadores fantásticos. Foi um momento de muita tensão, de estar pensando no que fazer da minha vida. Deixei muitos amigos em Barcelona e fico muito feliz com isso, porque nossa vida no futebol passa muito rápido. Agradeço ao carinho dos jogadores do Barcelona, que me acolheram muito bem”.
Protagonismo
“A questão do protagonismo não influenciou nada. Eu vim para buscar um desafio diferente. Não estava incomodado no Barcelona. Protagonismo é algo relativo e nunca busquei isso. Vim buscar algo novo, títulos, o que a torcida merece. Sou movido a desafios e por isso estou aqui.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário