Festival de Teatro de Alagoinhas estréia na Praça do Céu com sala lotada - Alagoinhas FM

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Festival de Teatro de Alagoinhas estréia na Praça do Céu com sala lotada

Festival de Teatro de Alagoinhas estréia na Praça do Céu com sala lotada

Com lotação esgotada, o teatro da Praça do Céu recebeu na noite desta quarta-feira (16), a abertura do segundo Festival de Teatro de Alagoinhas (FESTA), evento que até o dia 27 movimentará a cena cultural de Alagoinhas. Em um diálogo sobre sonhos e superação, o espetáculo “O Que de Você Ficou em Mim”, que traz no elenco dois atores naturais de Alagoinhas, exaltou a importância das linguagens artísticas em municípios do interior e regiões periféricas.
A cerimônia de abertura do FESTA teve início às 19h, com um número musical que recepcionou a população local e convidados, ao total, cerca de 150 pessoas compareceram ao evento. Emocionado o idealizador do Festival e , Nando Zâmbia explicou ao público a missão de trazer a arte para a população de localidades como Ferro-Aço, em Santa Terezinha. “Queremos evidenciar o potencial artístico de Alagoinhas, nossa cidade é um celeiro de diversas linguagens artísticas, por isso a importância de promover essa troca, esse intercâmbio entre a população e a arte”, afirmou.
Também foram homenageadas, a diretora do Núcleo Afrodescendente de Teatro de Alagoinhas, Fernanda Júlia, e a diretora de cultura da Associação de Moradores de Santa Terezinha, Roselinda Barbosa. O ato simbólico do plantio de uma muda de Pau-Brasil foi feito pela organização do evento, na praça.
A comerciária, Bárbara Morais, que mora na região da Praça do Céu, levou as filhas, Gisele e Taís, para assistirem a apresentação. “Me diverti muito e as meninas também, elas não piscavam os olhos, foi a primeira vez que Taís assistiu uma peça. Fico feliz de ver opções como essa vindo para nossa vizinhança, espero que esse festival se fortaleça e abra as portas para outras atrações aqui”, afirmou.
A programação do FESTA continua até o domingo (27). Hoje (sexta-feira) é a vez do No dia 17 de agosto, é a vez do solo africano Nos Tempos de Gungunhana, com ator moçambicano Klemente Tsamba, baseada na tradição oral dos contadores de histórias africanos. É um conjunto de histórias dentro de uma história – a vida do célebre rei tribal moçambicano Gungunhana, que parte de um tempo histórico e de uma cultura particular para depois seguir numa viagem universalista e sem fronteiras.
Outros sete solos serão encenados no Centro Cultural de Alagoinhas até o dia 27, com ingressos populares no valor de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).


Com lotação esgotada, o teatro da Praça do Céu recebeu na noite desta quarta-feira (16), a abertura do segundo Festival de Teatro de Alagoinhas (FESTA), evento que até o dia 27 movimentará a cena cultural de Alagoinhas. Em um diálogo sobre sonhos e superação, o espetáculo “O Que de Você Ficou em Mim”, que traz no elenco dois atores naturais de Alagoinhas, exaltou a importância das linguagens artísticas em municípios do interior e regiões periféricas.
A cerimônia de abertura do FESTA teve início às 19h, com um número musical que recepcionou a população local e convidados, ao total, cerca de 150 pessoas compareceram ao evento. Emocionado o idealizador do Festival e , Nando Zâmbia explicou ao público a missão de trazer a arte para a população de localidades como Ferro-Aço, em Santa Terezinha. “Queremos evidenciar o potencial artístico de Alagoinhas, nossa cidade é um celeiro de diversas linguagens artísticas, por isso a importância de promover essa troca, esse intercâmbio entre a população e a arte”, afirmou.
Também foram homenageadas, a diretora do Núcleo Afrodescendente de Teatro de Alagoinhas, Fernanda Júlia, e a diretora de cultura da Associação de Moradores de Santa Terezinha, Roselinda Barbosa. O ato simbólico do plantio de uma muda de Pau-Brasil foi feito pela organização do evento, na praça.
A comerciária, Bárbara Morais, que mora na região da Praça do Céu, levou as filhas, Gisele e Taís, para assistirem a apresentação. “Me diverti muito e as meninas também, elas não piscavam os olhos, foi a primeira vez que Taís assistiu uma peça. Fico feliz de ver opções como essa vindo para nossa vizinhança, espero que esse festival se fortaleça e abra as portas para outras atrações aqui”, afirmou.
A programação do FESTA continua até o domingo (27). Hoje (sexta-feira) é a vez do No dia 17 de agosto, é a vez do solo africano Nos Tempos de Gungunhana, com ator moçambicano Klemente Tsamba, baseada na tradição oral dos contadores de histórias africanos. É um conjunto de histórias dentro de uma história – a vida do célebre rei tribal moçambicano Gungunhana, que parte de um tempo histórico e de uma cultura particular para depois seguir numa viagem universalista e sem fronteiras.
Outros sete solos serão encenados no Centro Cultural de Alagoinhas até o dia 27, com ingressos populares no valor de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).



SECOM

Um comentário:

  1. I've been browsing online more than 3 hours today, yet I never found any interesting article like yours. It's pretty worth enough for me. Personally, if all webmasters and bloggers made good content as you did, the internet will be a lot more useful than ever before. all of craigslist

    ResponderExcluir