Câmara dos Dirigentes Lojistas de Alagoinhas aprova ação de ordenamento do solo da Prefeitura - Alagoinhas FM

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Câmara dos Dirigentes Lojistas de Alagoinhas aprova ação de ordenamento do solo da Prefeitura

Câmara dos Dirigentes Lojistas de Alagoinhas aprova ação de ordenamento do solo da Prefeitura

Apenas um mês após o ordenamento do solo ter começado no centro da cidade, os reflexos da ação já são sentidos no comércio. Segundo o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Alagoinhas, Yuri Azi de Carvalho, a melhoria no fluxo de pessoas têm aumentado a visibilidade de lojas e mercadorias.

“A cidade precisava disso, dessa imagem de ordem. Isso vem para agregar muito não só para o comércio, mas para qualquer segmento da sociedade. É uma questão cívica na realidade, de garantir o acesso e o direito de ir e vir aos idosos, deficientes visuais e toda a população”, declarou.

O presidente da CDL também elogiou a postura do Prefeito Joaquim Neto e o seu compromisso com a manutenção do ordenamento. “O prefeito está de parabéns, porque o ordenamento do comércio informal não é uma ação fácil, mas que precisa ser feita e mantida a longo prazo”.

Fiscalização
Segundo o presidente da Comissão Municipal de Ordenamento do Solo, Gleyser Soares, a fiscalização continua presente nas ruas para garantir o cumprimento Decreto 3299/2011, que trata do ordenamento do solo na cidade, proibindo a obstrução dos passeios e calçadas nas vias públicas. A ação de fiscalização acontece diariamente, das 7h30 às 18h.

Os ambulantes que mantinham pontos de venda nas calçadas do Centro foram realocados para a Central de Abastecimento, no caso dos vendedores de frutas e verduras, ou para o Camelódromo. Atendendo à solicitações, a Prefeitura instalou internet Wi-Fi gratuita e câmeras de segurança no local. Na Central de Abastecimento, 78 pontos de venda foram abertos para receber os vendedores e a internet gratuita também foi instalada.

Através das secretarias de Assistência Social (SEMAS) e Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente (SEDEA), os ambulantes podem se inscrever em programas sociais do governo e em cursos de aperfeiçoamento para colocação no mercado de trabalho.

SECOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário