SAAE descarta aumento da tarifa para suprir custeio e investimentos - Alagoinhas FM

segunda-feira, 10 de julho de 2017

SAAE descarta aumento da tarifa para suprir custeio e investimentos



Fazer os cortes necessários, otimizar o uso dos recursos e adequar a máquina à sua realidade, e não transferi a responsabilidade para a comunidade, aplicando um aumento tarifário. Esses foram alguns dos princípios defendidos por Maria das Graças Reis, diretora-geral do SAAE de Alagoinhas durante entrevistas à Rádio Digital FM, no Programa Jornal dos Municípios, com Marcus Aragão e Edney Santiago, e na 95 FM, no Programa Conexão 95, com André Luiz Borges e Miranda de Lima, na tarde de sexta-feira (7).
Acompanhada da diretora administrativa e financeira Nadja Suzete Ferreira de Lima, Maria das Graças pontuou temas relevantes, como a incapacidade do SAAE de promover investimentos relevantes, bem diferente de sua primeira gestão à frente da autarquia.
Mesmo com problemas financeiros, Maria das Graças descarta, pelo menos por enquanto, um aumento na tarifa dos serviços do SAAE, como forma de ajustar as contas e retomar o crescimento, investindo na ampliação da rede de esgotamento, na ampliação do volume da água e nas melhorias internas.
“Encontramos um SAAE sucateado, endividado e com problemas na sua estrutura administrativa como mobiliário, sistema elétrico e cabeamento de internet em estado lamentável e, para recuperar tudo isso, precisamos equilibrar a balança entre a arrecadação e investimentos”, afirmou a diretora.
Maria das Graças foi indagada também sobre os débitos encontrados, quais os caminhos a seguir e sobre a possibilidade de privatização do serviço de água local. Ele descartou a possibilidade de privatização, considerando que em nenhum lugar onde foi privatizado deu certo. Sobre os débitos herdados da administração passada, Maria das Graças disse parte do INSS já está parcelado, a outra ainda será, e quanto ao maior débito, o da Coelba, esse será parcelado dentro da capacidade de endividamento da autarquia.
Indagada sobre o desafio de resgatar o SAAE de sua atual condição, Maria das Graças disse que está preparada para o desafio, pois tem um grande amor por Alagoinhas, terra onde nasceu, e por ter a ideologia do serviço público por princípio. “É claro que é bem diferente do SAAE que deixei em 2008, mas vou encarar como um novo desafio em minha vida”, finalizou.


Vanderley Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário