Neymar briga com companheiro de equipe e abandona treino do Barcelona antes de clássico contra o Real - Alagoinhas FM

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Neymar briga com companheiro de equipe e abandona treino do Barcelona antes de clássico contra o Real

Neymar se revoltou, arrancou o colete e deixou treino do Barcelona


Cada vez mais próximo de acertar sua ida para o Paris Saint-Germain, o atacante Neymar protagonizou uma polêmica no treino do Barcelona nesta sexta-feira. 
Um vídeo obtido com exclusividade pelo jornal inglês Daily Mail mostra o brasileiro brigando com o lateral português Nélson Semedo, contratado recentemente do Benfica, e abandonando o treino dos blaugranas. Tudo isso um dia antes do clássico contra o Real Madrid, que será disputado em Miami.
De acordo com o veículo, o brasileiro se irritou com o uso de força desproporcional do luso durante treino e passou a discutir com o ex-benfiquista. Em seguida, tentou partir para cima do ala, mas o volante Sergio Busquets o impediu de chegar ao companheiro, enquanto o técnico Ernesto Valverde só observava.
Neymar, porém, seguiu descontrolado, arrancou o colete e abandonou o treinamento, mostrando muito irritação e chutando uma bola que estava por perto. 
Em seguida, entrou em seu carro e deixando o campus da Universidade Barry, onde o Barça vinha realizando seus trabalhos de pré-temporada em Miami.
O Barcelona enfrenta o Real Madrid neste sábado, às 21h05 (de Brasília).
  • Ida para o PSG está cada vez mais próxima
Segundo o jornal L'Équipe, o Paris Saint-Germain deu um ultimato a Neymar para encerrar a negociação que se arrasta nos últimos dias. 
De acordo com a publicação, o clube francês exigiu que o atacante diga no máximo até semana que vem se vai topar trocar o Barcelona pela equipe parisiense, que lhe propôs um salário de R$ 110 milhões por ano, além de ter garantido que pagará sua multa rescisória de 222 milhões de euros (R$ 814 milhões).
L'Équipe revela que o diretor esportivo do PSG, Antero Henrique, informou a Neymar que requer uma "resposta rápida" para saber se segue insistindo na negociação ou se desiste de levar o craque. 
O português disse ao brasileiro que o processo deve ser finalizado até semana que vem, independentemente se o final será positivo para Barça ou PSG.
O prazo final dado pelo clube parisiense coincide com o final da pré-temporada do Barcelona nos Estados Unidos. A equipe francesa crê que o brasileiro vem se mantendo em silêncio para não prejudicar a preparação da equipe blaugrana para 2017/18, até por respeito ao time que defende desde 2013.  
Após o fim da turnê, contudo, o PSG acredita que o camisa 11 dará sua resposta. 
Segundo o jornal Le Parisien, aliás, o atacante teria pedido a contratação de quatro reforços (Daniel Alves, Philippe Coutinho, Alexis Sánchez e mais um atleta de ponta) e barrou a saída de um atleta brasileiro (Lucas Moura) para aceitar a proposta feita pelo Paris Saint-Germain.  
Desta forma, o Le Parisien diz que o camisa 11 se sentiria confortável em Paris, já que estaria rodeado de "parças" brasileiros e também de jogadores gringos por quem tem admiração, ficando mais tranquilo e motivado para buscar seu principal sonho: o prêmio de melhor do mundo da Fifa. Algo que o atacante considera impossível na equipe blaugrana, já que se vê "à sombra" do argentino Lionel Messi. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário