Comissão Municipal de Ordenamento do Solo intensifica fiscalização no Centro de Alagoinhas - Alagoinhas FM

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Comissão Municipal de Ordenamento do Solo intensifica fiscalização no Centro de Alagoinhas

Comissão Municipal de Ordenamento do Solo intensifica fiscalização no Centro de Alagoinhas

A Comissão Municipal de Ordenamento do Solo vem intensificando as ações de fiscalização no centro comercial de Alagoinhas, a fim de garantir a segurança dos pedestres, limpeza e manutenção dos passeios públicos e ordenação do comércio ambulante. Em um período de apenas uma semana, a mudança já foi sentida pela população.
“É uma grande medida, esperada por todos nós moradores e por quem nos visita”, declarou o supervisor florestal Carlos Alberto de Jesus. A equipe de fiscalização iniciou a atuação nas ruas do centro no dia 10 de julho, com a distribuição de panfletos informativos aos vendedores ambulantes.
Para os lojistas do centro, o ordenamento do comércio ambulante traz mais visibilidade e conforto para os clientes. “A visão que a gente tem é que todo mundo precisa trabalhar, todo mundo precisa vender, mas eles devem ter um espaço adequado pra isso também”, comentou a gerente de loja Marlúsia Mota.
Segundo o presidente da comissão, Gleyser Soares, o objetivo é alocar os ambulantes no Camelódromo, no caso dos vendedores de produtos manufaturados, ou na Central de Abastecimento, no caso dos vendedores de hortifrutigranjeiros.
“Nós estamos fazendo cumprir o que o decreto 3299/2011 institui. A questão aqui é ordenar o solo porque as ruas estavam intransitáveis”, informou Soares. Para se regularizar perante a Prefeitura, o vendedor ambulante deve se cadastrar na Secretaria de Serviços Públicos (SESEP).
A ação de fiscalização nas ruas continua, com o apoio da Polícia Militar, Guarda Municipal, Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), Procuradoria Geral do Município (PROJU) e das secretarias de Serviços Públicos (SESEP), Governo (SEGOV), Assistência Social (SEMAS), Agricultura (SEMAG), Saúde (SESAU), Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente (SEDEA) e Comunicação (SECOM).

Nenhum comentário:

Postar um comentário